Amárium

“Dizem as lendas que no inicio, existiam três titãs, Amar o sábio, Fern o morto e Ened a vida. Estes três titãs, passaram a eternidade criando mundos… o tempo passou e Ened ficou furiosa com Fern, já que este sempre destruía os mundos que Ened criará, sendo que Fern é o símbolo da morte e a seca nos mundos. Ao ver este embate acontecer, o sábio Amar, decidiu criar um desafio para seus companheiros, os três deveriam criar juntos um mundo, e eles o chamariam de Amárium; neste mundo cada um teria influência sobre um terço do mundo, entretanto, o trio não deveria agir diretamente, apenas observar os acontecimentos para que assim a discussão sobre quem realmente destruía mundos se encerrasse. E assim, surgiram as 3 luas, os 3 olhos dos titãs que observam Amarium em busca da resposta.”
- Adogretor o Ancião da Sabedoria

No inicio de Amárium, o mundo foi dividido em 3 partes, o norte montanhoso de Cirith, o oeste desértico de Aparch, e o leste verde de Thár.
As histórias contam que os primeiros a viverem em Amárium foram os humanos e os elfos, que designaram as histórias da primeira grande guerra. Esta primeira grande guerra se decorreu pela disputa do leste Thár, que continha as maiores riquezas do continente, os Elfos Druadiânicos conquistaram o leste, e deixaram os humanos com o oeste desértico de Aparch.
Ao Norte, duas raças viviam isoladas do mundo, os Anões e os Orcs, brigando por território no norte montanhoso de Cirith. Após essa guerra, muitas raças foram aparecendo e criando forcas e alianças, espalhadas por toda Amárium, como os Goblins, Gnomos e Halflings.
Pouco tempo depois dos Humanos se estabelecerem em no oeste de Aparch, os Orcs iniciaram uma nova grande guerra, contra os Humanos e Anões, estes tiveram que buscar uma aliança com os Elfos do Leste, os quais continuam travando incessantes batalhas contra os humanos .
Os humanos, no momento, por viverem em um ambiente seco e árido, se adaptaram contra o sol escaldante e a escassez de alimentos do local, porém essa tenacidade é paga com muitos sacrifícios, já que, se não bastasse o ambiente quase inóspito, boa parte da população humana é escravizada, seja pela própria raça, ou pelas outras que ali residem.

Amárium

Amarium PaiCthulhu