Ordem da Lança de Bronze

Até onde os aventureiros sabem, a Ordem da Lança de Bronze foi criada com intuito de proteger as pessoas do mal de Fern, a terceira lua. Na antiguidade, a ordem criou uma espécie de ritual para com a família daqueles que foram mortos em suas batalhas, eles dariam uma lótus negra para essa família, como forma de luto, e de celebrar aos deuses, a vida e a morte. Já que a lótus negra simboliza Ened e Fern ao mesmo tempo (Uma planta viva, porém negra).

Depois de décadas, uma outra organização cresceu entre os guerreiros da ordem de bronze, buscando utilizar a lótus não só como luto, mas como sentença de morte para todos aqueles que forem amaldiçoados por essa planta, o antigo ritual da lótus, como forma de luto, se tornou proibido desde então, pois esta emergente organização utilizaria o mesmo principio para ferir pessoas. Houve relatos de utilizarem o mesmo poder do ritual da lótus para recriar seres, ou dar a eles mais poderes após a morte.

Nos dias atuais, a Ordem da Lança Bronze, tem como objetivo acabar com a Ordem da Lótus Negra, e continuar defendendo Amárium de Fern. Mas todos esses anos de confrontos, desde antes da primeira grande guerra, acabou tornando a ordem menos influente e com menos integrantes.

Membros:
Avarett
Bomir
Chromsés
Glóin
Lafar

Ordem da Lança de Bronze

Amarium PaiCthulhu